Encontrados: 16 resultados
No Umeda Sky Building fica o Observatório do Jardim Flutuante, a 173 metros de altura. O seu inovador design de 360 graus oferece formas únicas de aceder ao espetacular observatório. Até se vai arrepiar quando estiver no elevador com chão de vidro que vai do 3º ao 37º andar, assim como nas escadas rolantes flutuantes que levam à entrada principal. Segure-se bem!
Vamos experimentar vestir o tradicional quimono em Quioto. Para desfrutar ou tirar fotos-retrato.
Na primavera, o castelo torna-se num destino popular por causa das suas flores de cerejeira.
Odawara é uma cidade um pouco adormecida em Kanagawa, com excepção do seu castelo, que é lindo na primavera por volta da época das flores de cereja, e cheio de vida durante todo o ano.
No Parque Ritsurin, o maior jardim do Japão, tudo está bem planeado, com árvores delineando os trilhos e colinas de onde se pode observar um lago com ilhotas dispersas.
O Castelo Nijo-jo era o alojamento oficial dos Shoguns Tokugawa quando ficavam em Quioto. Tokugawa Ieyasu (o primeiro Shogun) iniciou a construção dos edifícios em 1603, e Iemitsu (o terceiro Shogun) concluiu-os em 1626. Este foi também o local onde o último Shogun, Yoshinobu, restaurou a Lei Imperial em 1867. Há três belos jardins na parte interior do fosso; o Jardim Ninomaru construído em 1626, o Jardim Honmaru em 1893, e o Jardim Seiryu-en em 1965.
Waraku-an é uma confortável casa de chá no Jardim Seiryu-en, no Castelo Nijo-jo, Património Mundial situado no centro de Quioto. O seu jardim está reservado a convidados que tomem chá. Perante os seus olhos estão jardins cuidadosamente tratados, preparando o seu corpo e alma para a quietude e tranquilidade. E mais, pode desfrutar deste local longe das multidões no exterior. Não se preocupe, esta não é uma cerimónia de chá formal. Chá verde e um doce japonês são servidos por 700 ienes.
O lago Osawa-no-ike, construído no séc. VIII, é o lago artificial mais antigo do Japão. Fica junto à Casa do Imperador Saga (hoje Templo Daikaku-ji). Fiz uma agradável caminhada à volta deste pacífico lago num solarengo dia de inverno. O céu azul refletia-se na superfície da água, onde o gelo tinha acabado de derreter. O ar frio que tocava na minha face era suave e fresco. Caminhando ao longo do trilho, havia um campo aberto, um pomar de ameixeiras, e uma floresta de bambus no lado norte do lago.