Encontrados: 10 resultados
Vamos experimentar vestir o tradicional quimono em Quioto. Para desfrutar ou tirar fotos-retrato.
Odawara é uma cidade um pouco adormecida em Kanagawa, com excepção do seu castelo, que é lindo na primavera por volta da época das flores de cereja, e cheio de vida durante todo o ano.
No Parque Ritsurin, o maior jardim do Japão, tudo está bem planeado, com árvores delineando os trilhos e colinas de onde se pode observar um lago com ilhotas dispersas.
Waraku-an é uma confortável casa de chá no Jardim Seiryu-en, no Castelo Nijo-jo, Património Mundial situado no centro de Quioto. O seu jardim está reservado a convidados que tomem chá. Perante os seus olhos estão jardins cuidadosamente tratados, preparando o seu corpo e alma para a quietude e tranquilidade. E mais, pode desfrutar deste local longe das multidões no exterior. Não se preocupe, esta não é uma cerimónia de chá formal. Chá verde e um doce japonês são servidos por 700 ienes.
Vai a Kamakura? Então o Buda Gigante deve ser o local mais óbvio a visitar!

Para os principiantes haverá pouco em comum entre os Samurais e a cerimónia do chá. Eu também não sabia, mas existem muitas formas de fazer uma cerimónia do chá, com o estilo Samurai a ser considerado muito suave por Atsuko, a mestra do chá e proprietária da Casa de Chá Camellia. Mantendo a tradição de Quioto, a casa de chá reflete as estações no exterior, e dado ser o Dia dos Rapazes, estava exposto um Samurai com armadura completa para lhes dar força para crescerem e se tornarem homens sábios. Ao observar as preparações de Atsuko durante a cerimónia do chá, lembrei-me das artes marciais praticadas no Japão. Calmas, disciplinadas, e elegantes, tornaram-se numa experiência bastante sedutora.

Exposição do Início do Ukiyo-e até dia 28 de fevereiro no Museu de Arte da Cidade de Chiba
Santuário Meiji: Um oásis de tranquilidade em Tóquio