Encontrados: 72 resultados
Os japoneses têm uma longa história com o bambu, em mitos e lendas, metaforicamente ligando a força de um homem a esta planta. Muitos festivais também incluem o uso do bambu de diversas formas. Podemos ver isso em copos de gelado de bambu, edifícios e cercas. No entanto, não é todos os dias que temos a oportunidade de ver florestas de bambu no seu estado natural crescendo densamente e seguindo este caminho.
Destaques
A loja de facas Kamata Hakensha é um negócio de família com uma história que remonta há quatro gerações. Atualmente há duas gerações de mãos hábeis atrás da pedra de amolar
O Marinepia é o segundo aquário mais antigo do Japão. Fica situado em Matsushima, na prefeitura de Miyagi.
O zoo de Hamura nos subúrbios de Tóquio dá as boas-vindas a Momo, o falcão, ao seu pequeno reino de animais.
A meia hora de Hakodate, na ilha de Hokkaido, no inverno o Lago Onuma congela e toda a área fica completamente coberta de neve, criando uma atmosfera inesquecivelmente tranquila.
Apesar de sofrer bastantes danos durante o terramoto do ano passado, o Castelo de Kumamoto continua a ser um local muito especial para visitar, principalmente durante a colorida época das flores de cerejeira.
No distrito de Arashiyama, em Quioto, as paisagens de flores de cerejeira e folhas de outono são muito especiais na primavera e no outono, mas esta zona da cidade atrai pessoas durante todo o ano. O grande mestre Zen, Sacerdote Muso Soseki, desenhou este jardim em 1345.
O Pagode Chureito em Fujiyoshida, a 10 minutos de comboio de Kawaguchiko, é um local popular para ver e fotografar o Monte Fuji, especialmente na Primavera e no Outono.