Memorial da Paz, Hiroshima

Tanto para ver e pensar, tão pouco para dizer

Por Andre Moreira   04/08/2017

Há visitas turísticas que não são para nos pôr a sorrir.

Sempre tinha ouvido falar muito deste local, mas nunca me passou pela cabeça que visitá-lo tivesse um peso tão grande.

O memorial da bomba atómica de Hiroshima é de tirar as palavras a qualquer um. E a visita ao museu ainda mais. Ver fotos, objetos e depoimentos daquela época é muito, mas mesmo muito duro. "Mãe, estás a chorar?", perguntava um menino com os seus 5 anos à mãe que olhava os expositores enquanto as lágrimas lhe escorriam pelo rosto. É de deixar qualquer um arrepiado.

O museu é fantástico, e devia ser visita obrigatória para todos os seres humanos uma vez na vida. No entanto, não se admire se chegar ao fim e estiver farto ou se não se estiver a sentir bem. É esse mesmo o objetivo. Mostrar que uma coisa daquelas não é para acontecer novamente. Que nunca o esqueçamos.

Was this article helpful?

Reportar erros

0
0
Andre Moreira

Andre Moreira @Andre Moreira

Born in the Portuguese countryside in 1990, I've been living in Japan since 2012. After finishing my Computer Engineering University Course in Lisbon, Portugal, I decided to study Japanese in Tokyo, with the purpose of continuing my studies there. After one year of studying of the language, I entered a Japanese Professional College where I finished my study in 2015. I am now working in a videogame Japanese company as Motion Designer. I also write in my blog about Japan. My goal is to introduce Japan to anyone who is interested in the culture, the language, the music, the anime, the food, and so on. And that's what you can find there: everything! Plus, my experience here as a Portuguese expat. You can access through this link: The Rising Sky Blog Should you have some questions on how to come to Japan, what to do, where to study, etc., feel free to contact me!