Um Breve Desvio a Naoshima

Há tanto para ver e tão pouco tempo!

Por Cathy Cawood   28/06/2015

Estava ansiosa por chegar a esta ilha famosa pela arte. Infelizmente, só pude ver um pouco, embora tenha sido uma visita muito interessante. Depois de ter apreciado a viagem de barco para a ilha, andei a passear com os amigos pela aldeia. Impressionei-me com as escadas de vidro e a misteriosa gruta do santuário Goou. O "Haisha" era estranho... Visitámos também Kadoya, uma casa tradicional antiga com uma piscina pouco profunda no interior e cheio de contadores digitais nas paredes que exibiam números de um dígito de forma aleatória. Foi uma visita impressionante. Depois de ver a abóbora com pintas de Yayoi Kusama, chegou a hora do regresso. Gostei imenso da tranquilidade da ilha. O contraste entre a antiga aldeia e a arte contemporânea é muito interessante.

Was this article helpful?

Reportar erros

0
0
Diana Nukushina

Diana Nukushina @Diana Nukushina

Japanese and portuguese archaeologist born in Portugal.

Original by Cathy Cawood