Toshodai-ji, Nara no Outono

Budismo Além-Mar 1 - Sacerdote Ganjin

Por Tomoko Kamishima   05/02/2015

O Templo Toshodai-ji em Nara é o templo principal da seita Ritsu do Budismo no Japão. A seita Ritsu foca-se no estudo e prática dos ensinamentos e regras Budistas. Em 759, o grande Sacerdote Mestre Chinês, Ganjin, fundou este templo como o primeiro mosteiro para a aprendizagem dos ensinamentos e regras Budistas. Neste local, no Outono, flores cor-de-rosa de arbustos de trevo japoneses balançam com a brisa em redor do templo.

Templo Toshodai-ji

O design da área do Templo Toshodai-ji é muito simples. Quando entra no templo através do portão Nandai-mon, dois importantes edifícios, a Sala Kondo e a Sala Kohdo, estão alinhadas ao centro, e outros edifícios secundários estão dispostos de ambos os lados. É nos edifícios centrais que os sacerdotes rezam, aprendem e praticam. O primeiro edifício, a Sala Kondo, tem uma forma retangular, e é suportada por oito belas colunas de madeira, fazendo lembrar o Partenon grego e a sua entasis (a parte superior de cada coluna é cónica). Alguns estudiosos pensam que o design pode ter sido trazido para o Japão através da Rota da Seda. A Sala Kohdo é o local para palestras. Há dois lugares de madeira estilo palco de ambos os lados da estátua principal: um para o professor, e outro para um sacerdote representante do dia. Os outros sacerdotes dispõem os seus assentos no chão e ouvem a palestra, à qual se segue uma sessão de perguntas e respostas.

Os destroços de outro edifício, Kaidan-in, situam-se no lado Oeste da área do templo. Este edifício foi destruído por um terramoto em 1596, e o edifício que foi reconstruído foi por sua vez queimado em 1848. Acabou por não ser construído novamente, e agora só resta a sua base de pedra. Dois outros edifícios, Rai-do e Higashi-muro, estão no lado Este. São dois longos e estreitos edifícios ligados entre si, que são utilizados como alojamento pelos sacerdotes.

O fundador do Toshodai-ji, Ganjin, faleceu no templo em 763. A sua sepultura fica situada no canto nordeste do recinto. Está rodeada de um belo jardim coberto de musgo. A lápide do seu túmulo fica em cima de um monte, e está fechada num recinto hexagonal.

Sacerdote Ganjin

Ganjin nasceu em 688 em Yangzhou, no final da Dinastia Tang (618-690). Ele saiu de casa para se tornar sacerdote quando tinha 14 anos. Estudou em Changan e outras grandes cidades durante muitos anos. Posteriormente, começou a dar palestras na sua terra natal. A sua reputação continuou a crescer, e nenhuma outra pessoa o podia igualar como mestre da seita Ritsu do Budismo.

Tendo ouvido falar da sua sublime reputação, dois sacerdotes japoneses que tinham sido enviados para a China pelo governo japonês, visitaram Ganjin em 742. Pediram-lhe que enviasse alguém para ensinar Budismo no Japão. Ganjin perguntou se algum dos seus discípulos queria ir para o Japão como mestre da Ritsu. Mas ninguém levantou o braço. Então, Ganjin decidiu atravessar o oceano e ir secretamente para o Japão ele mesmo. Foi o início de uma longa e extraordinariamente difícil jornada. Ele tentou iniciar a viagem cinco vezes, mas de cada vez falhava devido a tempestades ou por intervenção do governo chinês. Todas as vezes ele preparava vários sutras preciosos, estátuas budistas, roupas e acessórios para rituais, medicamentos, livros, e outros tesouros, mas todos eles foram perdidos. Durante estas cinco tentativas, que tiveram lugar entre 743 e 753, alguns seguidores morreram e o próprio Ganjin perdeu a sua visão. Mas ele nunca desistiu e continuou a tentar. Histórias sobre as suas dificuldades estão detalhadamente desenhadas no romance histórico, The Roof Tile of Tempyo (A Telha de Tempyo), por Yasushi Inoue (井上靖『天平の甍』).

Ganjin finalmente teve sucesso na sua tentativa em chegar ao Japão em 753. Nessa altura tinha 66 anos. Ele recebeu umas calorosas, ardentes, e entusiásticas boas-vindas no Japão. No início, ele ensinou no Templo Todai-ji (o templo Imperial de mais alta classificação no Japão) e iniciou 440 pessoas, incluindo o Imperador, Imperatriz, e vários sacerdotes. Depois disso, ele começou a planear treino prático para os sacerdotes que liderariam a nação no futuro do Japão. Ele achou que mesmo que eles já soubessem centenas de ensinamentos e regras Budistas, não teria nenhum significado se eles não os conseguissem por em prática nas suas vidas diárias. Então, para bem do treino prático para sacerdotes, Ganjin abriu o mosteiro Toshodai-ji, e viveu e ensinou aí durante o resto da sua vida.

Uma estátua de madeira de Ganjin foi esculpida no ano em que ele faleceu. Apenas está aberta ao público alguns dias por ano. Embora a sua réplica possa ser vista na Sala Kaizan-do, esta não tem o poder que a original tem. Podemos sentir a sua realidade através de uma fotografia da original. A estátua de Ganjin mostra-o a meditar com os olhos fechados. As suas feições são gentis e mostram a sua expressão pensativa. E a sua tenacidade é revelada de cima a baixo. O seu espírito indomável diz-nos algo que nos esquecemos durante a nossa própria vida diária.

Sobre esta série: Budismo Além-Mar

Nesta série, gostaria de apresentar seis sacerdotes especiais da antiga China que tiveram uma grande influência no Budismo Japonês entre os séculos VIII e XVII.

1. Ganjin Wajo (688-763): Templo Toshodai-ji, Nara

2. Rankei Doryu (1213-1278): Templo Kencho-ji, Kamakura

3. Mugaku Sogen (1226-1286): Templo Engaku-ji, Kamakura

4. Issan Ichinei (1247-1317): Templo Shuzen-ji, Izu

5. Ingen Ryuki (1592-1673): Templo Manpuku-ji, Uji

6. Toko Shinetsu (1639-1696): Templo Daio-ji, Tochigi

Was this article helpful?

Reportar erros

0
0
Andre Moreira

Andre Moreira @Andre Moreira

Born in the Portuguese countryside in 1990, I've been living in Japan since 2012. After finishing my Computer Engineering University Course in Lisbon, Portugal, I decided to study Japanese in Tokyo, with the purpose of continuing my studies there. After one year of studying of the language, I entered a Japanese Professional College where I finished my study in 2015. I am now working in a videogame Japanese company as Motion Designer. I also write in my blog about Japan. My goal is to introduce Japan to anyone who is interested in the culture, the language, the music, the anime, the food, and so on. And that's what you can find there: everything! Plus, my experience here as a Portuguese expat. You can access through this link: The Rising Sky Blog Should you have some questions on how to come to Japan, what to do, where to study, etc., feel free to contact me!

Original by Tomoko Kamishima

Deixar um comentário