Caça ao Tesouro!

Tesouros da cerâmica de Arita? Mete na cesta!

 Por Ines Matos   29/09/2017

As cerâmicas de Arita são peças apreciadas em todo o mundo, seja para um serviço de mesa, um pormenor que torna a casa mais bonita, uma prenda para um amigo ou uma lembrança do Japão. Algumas das peças mais famosas de Arita adornam palácios e castelos do mundo ocidental, já que a nobreza e burguesia desejavam mostrar o exotismo destas peças nipónicas. Com o passar dos séculos, a produção de Arita, nas suas centenas de pequenas empresas familiares, foi-se adaptando aos tempos modernos sem perder as suas características fundamentais: o uso da melhor matéria prima, a excelência do design e os estilos decorativos tradicionais. Contudo, a crise económica que o Japão enfrentou nos anos 90, levou muitos dos fornos cerâmicos de Arita a decrescer a sua dimensão, tendo por isso dispensados vários trabalhadores. Data desse período uma enorme acumulação de excedentes. Durante décadas esses caixotes de peças lindíssimas mas que não entraram para o mercado do consumidor final amontoaram-se nos armazéns, aparentemente sem destino.

Agora, com novo fôlego, um desses fornos cerâmicos com 150 anos de história convida a redescobrir as peças "esquecidas" nos grandes armazéns. Através da "caça ao tesouro" poderá explorar livremente milhares de exemplares, passando-os entre os seus dedos, apreciando os seus pormenores, e escolhendo os que mais o cativarem. O Kouraku Kiln é apenas um dos muitos fornos de Arita, mas aqui pode desfrutar de uma atividade única, sendo bem recebido pelos trabalhadores desta fábrica, o que é uma experiência muito rara no Japão. Visite em grupos pequenos de familiares ou amigos, sempre mediante pré-marcação. A atividade em si é simples: encha um cesto de peças de cerâmica no armazém, sem amontoar para além do limite do cesto, durante um período máximo de 90 minutos. Pode escolher a área do cesto de 5000 ienes ou a área do cesto de 10000 ienes. Dão-lhe luvas para usar nesta atividade, o que é útil para proteger as suas mãos e também para limpar o pó e resíduos das peças de cerâmica no depósito. No final, pode empacotar com folhas de papel de jornal e fazer uma caixa para enviar para sua casa por Japan Post (envio internacional também disponível), mediante o preçário dos Correios do Japão. Também pode naturalmente levar as peças consigo imediatamente, mas para isso é melhor trazer uma mala extra!

Boa caça!

Fotografado por Ines Matos
Membro da JapanTravel

Junte-se à discussão