Passadeira de Shibuya

A icónica interseção de Tóquio

Por Todd Wojnowski   04/11/2016

Muitas cidades têm marcos icónicos: a Estátua da Liberdade de Nova Iorque, a Torre Eiffel de Paris, a Grande Muralha de Pequim. Tóquio tem algumas características únicas, é claro, como a Tokyo Tower e a Skytree, mas para mim o marco que mais se destaca na cidade será sempre a passadeira de Shibuya.

É uma incontestável visita obrigatória para qualquer viagem a Tóquio.

A complexa interseção mesmo à porta da estação de Shibuya é uma representação de Tóquio em si mesma: ação em todas as direções. Três enormes telas de televisão montadas nos prédios voltadas para a passadeira funcionam durante todo o dia, enquanto o resto da área é coberta de luzes, propagandas e mais luzes. E isto é só quando olha para cima. Olhe para baixo, e verá a característica mais notável da zona: as pessoas. As pessoas estão constantemente a fluir de todas as direções indo para até mesmo outras direções. Todos se encontram no meio numa confusão frenética, chocando, desviando-se e contornando-se à medida que tentam atravessar.

Então, por alguns minutos, tudo pára. Estes são alguns dos meus momentos favoritos para ser um observador na passadeira de Shibuya: enquanto o tráfego começa o seu movimento, cada pequeno canto da intersecção enche-se mais e mais e mais, e assim que as pessoas começam a derramar na rua, as luzes de pedestres ficam verdes e o caos começa de novo.

A interseção é um local popular para filmes e media que têm lugar em Tóquio. Apareceu nos filmes "Lost in Translation" e "Velocidade Furiosa: Ligação Tóquio", surgindo também em vários vídeos de música, noticiários e programas animados. Como uma representação famosa do Japão moderno, fotógrafos e videógrafos estão constantemente a circular pela interseção, subindo para as faixas de guarda e posando nas entradas do metro numa tentativa de encontrar o melhor local para capturar a cena.

Ao passo que lutar através do caos no centro da interseção é algo que qualquer visitante de Tóquio deve experimentar, a passadeira de Shibuya é também uma das coisas mais calmas e pacíficas para assistir de longe. As empresas viradas para a interseção tiram partido da sua posição cénica e têm mesas e janelas viradas para a passadeira. Uma das mais populares é a Starbucks gigante situada em frente à estação de Shibuya. Além de ser um concorrente constante para a filial mais movimentada do mundo, a sua área para clientes no segundo andar tem um balcão junto às janelas que vão do chão ao teto, perfeito para apreciar a vista para a passadeira.

A área circundante de Shibuya é um destino animado e popular para pessoas de todos os estilos de vida. É um local popular da vida noturna, cheio de bares, discotecas e izakaya, e é bastante comum estar apinhada ao fim de semana. É também um bairro muito popular para compras. A própria estação de Shibuya é um enorme centro de comboios e metros de Tóquio. A sua saída Hachiko (saída nº8), que leva à passadeira de Shibuya, é enorme e está sempre movimentada, sendo um dos pontos de encontro mais populares da cidade. Muitas outras saídas do metro da estação também cercam a interseção.

A passadeira de Shibuya poderá nunca receber o status internacional de edifícios, torres e pontes de outras cidades, mas é sem dúvida uma representação inegável da cidade de Tóquio: muitas pessoas, muita ação e muita diversão.

A Japan Travel pode trazê-lo aqui. Reserve este tour agora!

Escrito por Todd Wojnowski
Membro da JapanTravel
Traduzido por Andre Moreira

Deixar um comentário