Delícias da Confeitaria Tradicional Japonesa

Wagashi da melhor qualidade

Por Ines Matos   21/10/2017

Praticamente às portas do magnífico castelo de Himeji está uma pequena confeitaria que produz artesanalmente os melhores wagashi. É preciso depurar o seu paladar para apreciar esta confeitaria singular, na qual o açúcar é moderado, as texturas são tudo, e a beleza está sempre dependente do acordo com a sazonalidade. 菓匠白鷺堂本舗, ou a "confeitaria do templo da garça branca", sendo esta uma tradução muito livre do nome do dito estabelecimento, apresenta-nos pequenos e modestos doces e o chá que lhes corresponde, sempre com muita variedade ao longo das estações do ano. Aqui pode apreciar receitas com vários séculos de antiguidade, feitas hoje como eram no tempo em que as senhoras vestidas de quimono deslizavam pelo chão de madeira do Himeji. Sim, o castelo pode ver-se a partir da janela da confeitaria, branco como uma garça real, daí o nome.

Esta pequena confeitaria não é uma casa de chá tradicional, por isso não tem de se incomodar com os maneirismos da etiqueta, nem tirar os sapatos, nem sentar no chão, mas pode ter a certeza que tudo o mais é do mais puro estilo cha-dō. Pode escolher o menu macha, se desejar realmente reproduzir a experiência do ritual. Mas também pode optar por menus com outros tipos de chás e de doces. Caso queira fazer compras em maior quantidade, por exemplo para oferecer aos amigos ou mesmo para mandar para outra parte do Japão, pode contar com o serviço de entregas à distância. A loja tem acordo com a empresa de takkyubin (entrega de encomendas ao domicílio) e por isso pode enviar as suas compras - cuidadosamente embaladas - para um hotel local, para casa de amigos ou familiares em qualquer parte do Japão, ou até por avião para o seu país de origem! Naturalmente esta última opção vai fazer com que os doces lhe fiquem um pouco caros, mas enfim, se gostou assim tanto...

Não perca a oportunidade de passar neste recanto (ainda) sem turistas, entre a visita ao Himeji e a visita ao Jardim Japonês, e retempere forças com um bom chá e pequenas delícias dignas dos deuses!

Was this article helpful?

Reportar erros

0
0
Ines Matos

Ines Matos @ines.matos

Portuguese free spirit with an acute passion towards Japan. Long time japanese language terrible student. Part-time photographer with incredible luck in finding people willing to exhibit my Japan-themed pictures. Owner of a piece of paper that states I'm an art-historian, post-graduate on namban-art and Portugal-Japan heritage and some other aparently boring stuff. But I do like art and culture... it alows me to know people and places deeply and experience the limits of perception and belief. My proudest achievement is the non-profitable project I've created and have run for some years, connecting Portugal and Japan with news, activities aiming students and teachers, workshops, conferences, etc.  Non-fictional books about Japan: "Um longo Verão no Japão" (A long Summer in Japan), "Geminação Cascais - Atami: história de uma amizade" (Twin cities Cascais and Atami: the story of a friendship), "Património de Cristianismo no Japão" (Intangible Cultural Heritage of Christianity in Japan), all of them in portuguese, two of them are a collection of essays atached to photography exhibitions. E-book free on www.clubotaku.com: "Japão: guia de sobrevivência" (Survivor Guide to Japan), also in portuguese. Several lectures and papers in english can be provided upon request. For video-conferences/on-line learning watch my youtube channel. These are the videos in english: 1- The velvet cape; 2 - Boats and bodies; 3 - Need a flag; 4 - southern point of view; 5 - Tales from within and beyond: the case of the Tanegashima gun - part I and II. https://www.youtube.com/channel/UCRQr5YwNF-VXhr6Gkycl-1A/videos?view_as=public soft spot in Japan: Kyushu and around...

Deixar um comentário