Santuário Kantei-Byo de Yokohama

Ponto de Poder Feng Shui na Chinatown

Por Tomoko Kamishima   

O Kantei-byo (関帝廟) é um santuário chinês dedicado a "Kanwu", um famoso general do conhecido romance histórico chinês, "Romance dos Três Reinos." Este santuário é um local muito popular para os chineses residentes no Japão que deixaram o seu país. Mas recentemente, tem vindo a tornar-se famoso entre as pessoas que têm os seus próprios negócios, e entusiastas de Feng Shui.

Um Mapa da Chinatown

Os viajantes que visitam a Chinatown de Yokohama podem baralhar-se ao tentar saber onde estão. A razão para isso é que as ruas no exterior da Chinatown vão de sudoeste para nordeste, mas no interior, as ruas estendem-se numa grelha de norte a sul. Abra um mapa. Descobrirá que a zona central da Chinatown está deslocada 45 graus.

Há dez portões (quatro deles principais) na Chinatown de Yokohama. Se pegar num mapa da Chinatown e desenhar duas linhas retas unindo o portão oeste (Enpei-mon 延平門) ao portão este (Chou-yo-mon 朝陽門), e depois o portão norte (Gembu-mon 玄武門) ao portão sul (Suzaku-mon 朱雀門), o que pensa que fica no ponto de interseção das duas linhas? É o Santuário Kantei-byo.

Sobre o Kantei-byo e Kanwu

No Kantei-byo fica guardado o famoso herói chinês "Kanwu". Kanwu distinguiu-se nas áreas do poder, coragem, justiça, lealdade, e também negócio. Por todas estas razões, as pessoas da Chinatown escolheram seguir Kanwu como o seu "Deus do Negócio".

O Kantei-byo foi pela primeira vez mencionado num artigo do jornal The Far East em 1871, onde dizia que um festival do santuário estava "cheio de azáfama." Nos 100 anos seguintes, o Grande Terramoto de Kanto, a Segunda Guerra Mundial e numerosos incêndios atingiram o santuário com vários golpes. Mas todas as vezes, as pessoas de cabeça dura, devotas e tradicionais da Chinatown reconstruíram-no.

Uma Visita ao Santuário

Vamos dar uma olhadela no portão do santuário. Quatro dragões de vidro protegem o santuário a partir do telhado do portão. Dragões de pedra branca, subindo ao paraíso, decoram os degraus. Impressionante!

Vamos entrar no portão. Vemos duas estátuas de pedra: Cães de guarda em alerta em frente ao santuário. As pedras foram importadas de Taiwan e esculpidas por pedreiros em Kamakura, Japão.

A seguir, vamos subir os degraus do lado direito. É a entrada. A figura ao centro é Kanwu. Ele tinha um belo bigode e barba. Olhe para o teto. Numerosos ornamentos e outras decorações coloridas vão fazê-lo ficar tonto. Esta é uma manifestação do foco de energia do Feng Shui. O Kantei-byo é o derradeiro ponto de foco de fluxo de ar e energia na Chinatown.

Feng Shui (a Lei do Paraíso e da Terra)

O Feng Shui é uma ideia da antiga China, que reconhece que o fluxo do ar está fortemente ligado à boa ou má sorte (qui) numa cidade, casas, edifícios e cemitérios. No Feng Shui, o melhor lugar é aquele que tem uma boa disposição dos Quatro Deuses Guardiões. E por isso eu recomendo fortemente, se quiser sentir este poder você mesmo, a visitar o Kantei-byo, passear à sua volta, e organizar as suas vibrações. Quer o sinta ou não, vale a pena tentar!

Este artigo foi útil?

Sugerir uma alteração

0
0
Andre Moreira

Andre Moreira @andre.moreira

Born in the Portuguese countryside in 1990, I've been living in Japan since 2012. After finishing my Computer Engineering University Course in Lisbon, Portugal, I decided to study Japanese in Tokyo, with the purpose of continuing my studies there. After one year of studying of the language, I entered a Japanese Professional College where I finished my study in 2015. I am now working in a videogame Japanese company as Motion Designer. I also write in my blog about Japan. My goal is to introduce Japan to anyone who is interested in the culture, the language, the music, the anime, the food, and so on. And that's what you can find there: everything! Plus, my experience here as a Portuguese expat. You can access through this link: The Rising Sky Blog Should you have some questions on how to come to Japan, what to do, where to study, etc., feel free to contact me!

Original por Tomoko Kamishima

Deixar um comentário