O Charme Decadente do Bairro Shin-Sekai, em Osaka

Como a glória do futurismo se converteu num dos bairros mais peculiares da cidade

Por Ines Matos   05/12/2018

A maré das "feiras do progresso e do futuro" varreu o mundo inteiro nos anos 1900-1910, e o Japão não foi excepção. O "novo país", inteiramente remodelado depois da Restauração Meiji, e vivendo agora os gloriosos anos do período Showa, tinha a sua própria versão de futurismo para mostrar ao mundo, e aos próprios japoneses. Por isso, em Osaka, a cidade que cresceu graças aos portos comerciais da baía de Kanto, nasceu o Shin-Sekai, literalmente "Mundo Novo", em 1912. O bairro era inicialmente uma enorme zona recreativa e de lazer, cheia de aço, luzes, som, e coisas altas. E a coisa mais alta de todas, claramente emulando o impacto que a Torre Eiffel teve no Ocidente, era o Tsutenkaku. Um teleférico ligava a base desta torre com o Parque da Lua, onde os japoneses passavam os serões em carrocéis e outros entretenimentos. As fachadas dos restaurantes enchiam-se de caracteres gigantes e desenhos impressionantes das iguarias marinhas que ali se podiam degustar, o teatro tinha toda a sua fachada coberta de retratos de actores famosos, as casas de gueixas faziam circular fortunas... Aqui batia o coração de Osaka!

Hoje em dia vêem-se poucos turistas no bairro Shin-Sekai, e não é surpresa, já que os guias convencionais ainda têm uma impressão muito negativa do lugar, fruto de alguns problemas com gangues e insegurança nos anos 90. Mas o Shin-Sekai é único, e uma verdadeira preciosidade, pois retém a Osaka da viragem para o século XX, quando tudo o resto foi profundamente transformado nas campanhas de "desenvolvimento urbano" que se seguiram à Segunda Guerra Mundial.

Do Shin-Sekai ainda resta uma rua comercial, que vende quase tudo, desde roupa usada a aluguer de quimonos, passando por cafés, lojas de electrónica e até cabines de fotografias instantâneas, bem como um conveniente balcão de câmbio aberto 24h para quem se esqueceu de trocar euros por ienes antes da viagem. O Tsutenkaku ainda recebe turistas no deque de observação do topo, embora agora já não seja a torre mais alta da cidade. Mas ainda podemos perceber porque é que lhe chamaram a Torre Eiffel do Japão quando foi construída. Toda a área entre Ebisu e Imamiya vale a pena um passeio, numa faixa larga a Este do Parque e Zoológico de Tennoji. Se vir um peixe fugu gigante como um balão sobre a sua cabeça não se admire, é na verdade um dos emblemas do bairro e faz publicidade a um velho restaurante de fugu ali mesmo. Não é o melhor sítio para experimentar a iguaria, pois é um pouco caro demais, mas se quiser fazer a experiência de almoçar num lugar histórico, aproveite.

Não deixe de visitar a Janjan Yokocho, que é uma "arcade" típica, isto é, uma rua coberta com lojas em pelo menos dois pisos sobrepostos, e nos anos 90 era a casa da juventude de Osaka (não propriamente jovens de "boas famílias", mas a história das cidades também se faz desses movimentos de cultura alternativa e desses ambientes menos celebrados). Hoje em dia pode observar como algumas lojas mais modernas se misturam com drogarias tradicionais, e de como as casas de jogos de moedinha para jovens estão a ser substituídas por grandes "pachinko" (jogos electrónicos altamente viciantes e dentro de casas de jogos muito maiores, praticamente casinos). Na verdade tanto a Yokocho como todo o bairro Shin-Sekai lutam para se manterem à tona, porque os negócios não rendem muito, a zona não é procurada pelo investimento imobiliário, os turistas ignoram-na e aos poucos vai desaparecendo.

Ainda há um parque temático em Shin-Sekai, mas é dentro de portas, ou melhor, dentro de um edifício com vários andares. Trata-se do "Spa World", uma versão aumentada das casas de termas que as cidades japonesas costumavam ter nos bairros onde havia muito alojamento barato (sem banho integrado) e muitos visitantes nocturnos (bares, restaurantes, casas de gueixas, etc). No Spa World compra um bilhete em máquinas automáticas à entrada, escolhendo o tipo de experiência de "onsen" (termas) que quer fazer, e depois prossegue para a sala dos cacifos e para o banho, sendo que a zona das mulheres e a dos homens está separada. O que o Spa World tem a mais em relação a este esquema típico das "onsen" é a opção de também ser um pouco um parque aquático à moda europeia, com zona separada para escorregas e piscinas.

Noutros artigos aqui na JapanTravel, já lhe falei do Museu dos Direitos Humanos, também um lugar pouco visitado em Osaka. Se gostou deste artigo e deste tipo de artigos, fora do que é comum na indústria turística, comente e indique o que gostaria de ver tratado a seguir.

Como chegar

2 Chome-1 Ebisuhigashi, Naniwa-ku, Ōsaka-shi, Ōsaka-fu 556-0002, Japão

Was this article helpful?

Reportar erros

52
0
Ines Matos

Ines Matos @Ines Matos

Portuguese free spirit with an acute passion towards Japan. Long time japanese language terrible student. Part-time photographer with incredible luck in finding people willing to exhibit my Japan-themed pictures. Owner of a piece of paper that states I'm an art-historian, post-graduate on namban-art and Portugal-Japan heritage and some other aparently boring stuff. But I do like art and culture... it alows me to know people and places deeply and experience the limits of perception and belief. My proudest achievement is the non-profitable project I've created and have run for some years, connecting Portugal and Japan with news, activities aiming students and teachers, workshops, conferences, etc.  Non-fictional books about Japan: "Um longo Verão no Japão" (A long Summer in Japan), "Geminação Cascais - Atami: história de uma amizade" (Twin cities Cascais and Atami: the story of a friendship), "Património de Cristianismo no Japão" (Intangible Cultural Heritage of Christianity in Japan), all of them in portuguese, two of them are a collection of essays atached to photography exhibitions. E-book free on www.clubotaku.com: "Japão: guia de sobrevivência" (Survivor Guide to Japan), also in portuguese. Several lectures and papers in english can be provided upon request. For video-conferences/on-line learning watch my youtube channel. These are the videos in english: 1- The velvet cape; 2 - Boats and bodies; 3 - Need a flag; 4 - southern point of view; 5 - Tales from within and beyond: the case of the Tanegashima gun - part I and II. https://www.youtube.com/channel/UCRQr5YwNF-VXhr6Gkycl-1A/videos?view_as=public soft spot in Japan: Kyushu and around...

Deixar um comentário