Photo: Shutterstock

Apreciação de Pirilampos em Uji

Descubra pirilampos mágicos no Parque Botânico

Final de Maio
Início de Junho
Photo: Shutterstock
Local: Parque Botânico da Cidade de Uji Data: Final de Maio - Início de Junho 2021

Os grandes nomes e as oportunidades para fotos famosas na cidade de Quioto podem seduzir visitantes e moradores locais durante toda a vida. No entanto, os outros locais da prefeitura não devem ser esquecidos. Uji, a apenas 15 minutos de comboio do centro de Quioto, atrai visitantes durante todo o ano ao Museu do Conto de Genji, ao Templo Byōdō-in e à pesca tradicional de corvo-marinho nos meses de verão. Embora aprenda no museu que o rio Uji e os seus arredores são fascinantes em todas as estações, há algo especial para visitar no final de maio e início de junho: pirilampos.

Uma curta viagem de autocarro (ou uma boa caminhada ladeira acima) do centro da cidade levá-lo-á ao Parque Botânico da Cidade de Uji, onde a sua fascinante população de pirilampos exibe os seus talentos luminescentes durante apenas algumas semanas por ano.

A localização montanhosa do parque proporciona vistas encantadoras que se prolongam até Osaka a sul, e é o lugar perfeito para observar a mudança de cores do céu ao pôr-do-sol antes de procurar um tipo diferente de espectáculo de luzes. Assim que o sol se põe e a luz do crepúsculo banha a área, recomendo que navegue pelas fotografias das autênticas obras-primas dos canteiros de flores anteriores do parque, pois são realmente espectaculares. Também pode dar uma volta rápida pela estufa: uma selva por si só, cheia de plantas exóticas e lindas florações. Durante a noite fica mais fresca e está impecavelmente iluminada. Existe também uma exposição especial para examinar na zona de espera. Quando eu visitei, havia uma impressionante colecção de árvores bonsai de azálea, podadas na perfeição. Finalmente, quando tudo estiver escuro, aventure-se pelo caminho iluminado por lanternas em busca da atracção sazonal do parque...

Vai perceber que está no lugar certo quando ouvir crianças alegres a gritar “mita!”(consegui ver!), “ii naaa”(tão giro!) e “pika pika!”(tão brilhante!) na direcção dos pais igualmente entusiasmados. Os pirilampos dançam, vibrando com incandescência, aparentemente inconscientes da plateia que estão a fascinar. É uma experiência verdadeiramente mágica e hipnótica, e de forma alguma prejudicada por ser partilhada com famílias encantadas e casais de mãos dadas. Na verdade, acho que a companhia melhora a experiência. Por um curto período de tempo pode partilhar a beleza da Natureza. Ela transcende todas as barreiras de língua, cultura e idade. O facto de fotografias e qualquer tipo de luz artificial serem proibidas também ajuda a manter a atmosfera de encanto e mistério.

Igualmente belo durante o dia e em qualquer estação, o Parque Botânico da Cidade de Uji merece uma visita sempre que estiver na zona. Mas para as luzes mágicas das fadas, vá em maio ou junho com as pessoas que ama.

Este artigo foi útil?

Sugerir uma alteração

0
0
Andre Moreira

Andre Moreira @andre.moreira

Born in the Portuguese countryside in 1990, I've been living in Japan since 2012. After finishing my Computer Engineering University Course in Lisbon, Portugal, I decided to study Japanese in Tokyo, with the purpose of continuing my studies there. After one year of studying of the language, I entered a Japanese Professional College where I finished my study in 2015. I am now working in the videogame industry as a Technical Artist. I also write in my blog about Japan. My goal is to introduce Japan to anyone who is interested in the culture, the language, the music, the anime, the food, and so on. And that's what you can find there: everything! Plus, my experience here as a Portuguese expat. You can access through this link: The Rising Sky Blog Should you have some questions on how to come to Japan, what to do, where to study, etc., feel free to contact me!

Original por Charlotte Griffiths

Deixar um comentário