Dias Solarengos em Awashima

Uma pequena ilha e um grande hotel

 Por Andre Moreira   30/07/2017

No início de junho, visitei a ilha de Awashima, onde fiquei alojado no Hotel Awashima, fundado em 1991. É um hotel com uma particularidade muito interessante, e que o diferencia de outros hotéis - a sua entrada é um caminho marítimo na Baía de Suruga com cerca de 300 metros de comprimento! Confuso? Eu explico. Acontece que o hotel tem um edifício em terra (do lado da península de Izu) que é uma espécie de "sala de espera" para a entrada no barco gerido pelo hotel que o leva até à ilha! Trata-se de um ponto muito forte do hotel, pois impede que não-hóspedes entrem no hotel, dando assim mais conforto aos seus clientes.

Acredita-se que a ilha de Awashima surgiu há cerca de 7000 anos, e que dadas às alterações climáticas do planeta, esta ficou separada da península de Izu, pois a sua ligação a terra ficou submersa. A ilha era originalmente utilizada como uma pedreira, de onde saiu pedra para vários santuários e castelos por todo o Japão. Sempre foi uma ilha desabitada.

Sendo uma ilha privada na década de 80, Awashima foi comprada pelos fundadores do hotel pois os herdeiros do dono da ilha não tinham dinheiro para cobrir todos os custos a ela inerentes. Foi então que se deu à construção de caminhos, fontes termais naturais, um túnel que atravessa a ilha e onde fica situada uma adega com mais de 4000 garrafas de vinho cuidadosamente acondicionadas, um aquário, entre muitas outras atrações para deleite dos hóspedes do hotel.

É possível ver o Monte Fuji a partir da ilha, que está rodeada de belas paisagens e onde se pode apreciar um magnífico pôr-do-sol!

Fotografado por Andre Moreira
Parceiro da JapanTravel

Junte-se à discussão