Decks Tokyo Beach

Um centro comercial verdadeiramente fora do comum

Por Ashley Haley   24/01/2017

O Decks Tokyo Beach teve mesmo de criar o seu próprio caminho para atrair multidões - foi o primeiro centro de entretenimento construído na ilha artificial de Odaiba, uma antiga zona de lixo industrial com grandes esperanças de se poder vir a tornar a "cidade do futuro" dentro de Tóquio. Mas estando um pouco fora da cidade, com pouco mais que hotéis que compartilham o espaço em torno do centro, quando construíram o Decks, sabiam que precisava de ser algo suficientemente especial para trazer visitantes até este local remoto.

Os planeadores enfrentaram o desafio - o Decks apresentou um passeio cheio de cafés ao ar livre, quiosques e artistas, dois centros comerciais temáticos e um parque temático coberto. À medida que a área se desenvolveu, o centro comercial acrescentou mais e mais atrações aos seus espaços. Estes foram aparecendo e desaparecendo; em 2010 o centro removeu o seu andar ao estilo de Hong Kong e o Parque do Músculo e começou a reconstruir a arcada da Sega Joypolis. O Museu do Takoyaki é tão autêntico que terá a sensação de dar um passo para fora de Tóquio e estar em Kansai. A rua comercial de Odaiba 1-chome capitaliza fantasticamente o boom de "showa retro" que se tem espalhado por todo o Japão. Os criadores acreditam claramente que manter tudo novo, fresco e fora do comum (a sério, "Parque do Músculo" !?) manterá os visitantes com vontade de regressar depois de terem visto e feito o resto da ilha.

A aparência da Aqua City Odaiba logo ao lado do Decks (ligado mesmo por um calçadão!) não parece ter perturbado ninguém. Os dois centros comerciais compartilham algumas das mesmas ofertas - a Aqua City tem uma Starbucks, por exemplo, e o Decks oferece a Tully's, a Aqua City tem uma gelataria MouMou contra a popular Baskin-Robbins do Decks (chamada de 31 Ice Cream no Japão). Francamente, para compras e comida, no entanto, o Decks fornece apenas o suficiente para acompanhar a concorrência. A sua propaganda acima da Aqua City tem muitos truques - mesmo muitos. A partir da loja de "artigos para gatos" com uma porta em forma de um gigante gato cor-de-rosa a bocejar para as máquinas de pinball de estilo anos 60 na arcada retro, o Decks especializa-se em fornecer divertimentos excêntricos que terá dificuldade em encontrar em qualquer outro lugar no Japão. O Museu Trick Art é uma nova atração popular, bem como a enorme rua comercial retro. A primeiro Legolândia do Japão foi inaugurada em junho de 2012, com "entretenimento de cinema 4D" e um enorme edifício de entretenimento interior.

Passeie pelo calçadão que divide o Seaside Mall e o Island Mall, ou vá pelo calçadão da praia e faça compras nos quiosques e cafés ao ar livre enquanto olha para a Baía de Tóquio. Este trecho à beira-mar é uma das melhores vistas da cidade - e está sempre ativo, com artistas de rua, transmissões de rádio ao vivo, decorações sazonais e um grande ambiente. Não se esqueça deste sítio na sua próxima viagem a Odaiba - e não se esqueça de ver todas as ofertas peculiares do Decks também!

Was this article helpful?

Reportar erros

0
0
Andre Moreira

Andre Moreira @Andre Moreira

Born in the Portuguese countryside in 1990, I've been living in Japan since 2012. After finishing my Computer Engineering University Course in Lisbon, Portugal, I decided to study Japanese in Tokyo, with the purpose of continuing my studies there. After one year of studying of the language, I entered a Japanese Professional College where I finished my study in 2015. I am now working in a videogame Japanese company as Motion Designer. I also write in my blog about Japan. My goal is to introduce Japan to anyone who is interested in the culture, the language, the music, the anime, the food, and so on. And that's what you can find there: everything! Plus, my experience here as a Portuguese expat. You can access through this link: The Rising Sky Blog Should you have some questions on how to come to Japan, what to do, where to study, etc., feel free to contact me!

Original by Ashley Haley

Deixar um comentário