Resort Hotel Mihagi

Resort à beira-mar no centro de Hagi

Por Mandy Bartok   

Hagi não tem falta de hotéis mas se sente que precisa de se mimar um pouco, não procure mais do que o Resort Hotel Mihagi, a poucos passos da área de Kikugahama e da histórica zona do castelo.

Irá reparar na praia assim que entrar no hotel, pois pode ser vista pelas grandes janelas na entrada e no restaurante. Irá ver a areia novamente do seu quarto, já que todos os quartos do resort estão virados para o oceano. O hotel oferece quartos de estilo Japonês e de estilo Ocidental - independentemente do que você escolher, irá descobrir que os dois têm espaço amplo para se estender e relaxar, tendo também amplas casas de banho privadas no interior. Yukata (roupões) são providenciados a todos os hóspedes, e se o tamanho do que se encontra no quarto não lhe servir, existe um stock de robes para escolher no corredor também.

Um dos pontos altos da propriedade é o onsen anexado. O banho em si é uma nascente natural de água quente, embora um pouco mais animado pela opção de ligar os jactos para adicionar algumas bolhas a varias secções. Enquanto que infelizmente, não existe um rotemburo (onsen exterior) para desfrutar, podem ver-se as estrelas a partir da área de banho no interior em dias de céu limpo.

A maioria dos pacotes no hotel incluem jantar e pequeno almoço, sendo os dois servidos no primeiro piso, na sala de jantar. O jantar foi uma generosa variedade ao estilo kaiseki​ - as ofertas variaram entre o sashimi e uma seleção de pequenos aperitivos à carne cozida e vegetais, peixe grelhado de forma perfeita e uma pequena taça de sopa. Na sobremesa destacou-se a famosa fruta cítrica de Hagi, a suavemente ácida natsumikan. O pequeno almoço foi igualmente apreciável (e igualmente preenchido) com mais sashimi, salada, peixe grelhado, ovo, arroz e várias opções de pequenos aperitivos à base de algas.

A melhor parte do hotel é a sua localização central. Saia pela porta da frente e estará apenas a alguns metros de distância da zona do antigo castelo de Hagi. Aqui as estradas ainda mantêm a sensação dos anos passados, mas estão dotadas com cafés, restaurantes e estúdios de cerâmica para interessar o visitante moderno. A poucos passos para oeste estão os restos do Castelo de Hagi e ainda mais incríveis vistas para a praia. Nunca irá ficar sem nada para fazer nesta descontraída cidade costeira em Honshu ocidental.

Este artigo foi útil?

Sugerir uma alteração

0
0
Celso Henriques

Celso Henriques @celso.henriques

Original por Mandy Bartok

Deixar um comentário