Hospedaria Iwamoto-ro em Enoshima

Com a melhor vista para o Mt. Fuji na ilha de Enoshima

Por Tomoko Kamishima   

Enoshima, em Kanagawa, é uma pequena ilha ligada à costa de Katase por uma ponte de 600 m. Tem apenas 4 km de diâmetro, mas é um dos spots turísticos mais populares na área de Shonan. Não é de admirar - é realmente um belo sítio!

Nos tempos antigos, Enoshima era famosa por ser um destino de peregrinação. Pintores de Ukiyoe, como Hokusai e Hiroshige, criaram fantásticas obras que retratam a ilha e que chegaram aos nossos dias. Mais recentemente, sensivelmente a partir dos Jogos Olímpicos de 1964, em Tóquio, tornou-se uma Meca para fãs de desportos marítimos. A maior parte das pessoas visita a ilha durante o dia, mas se você optar por passar uma noite em Enoshima, irá fazer uma maravilhosa descoberta nesta pequena ilha.

Uma vista fantástica do Mt. Fuji!

O Iwamoto-ro (岩本楼) é um ryokan japonês (pensão/hospedaria) situado mesmo sobre a ponte, no lado direito da rua principal, virado para Oeste. Todos os quartos estão virados para o mar e para o Mt. Fuji, que se vê ao fundo. Vale a pena a visita, mesmo que seja apenas para apreciar esta deslumbrante vista. Quando ficámos hospedados no Iwamoto-ro, em meados de dezembro, o sol punha-se às 16:30. A transição do dia para a noite durou apenas 30 minutos. Ao longo do crepúsculo, fiquei presa à janela para ver o requintado contraste entre as sombras do Mt. Fuji e os laranjas e vermelhos do céu. Embora o Mt. Fuji esteja sempre presente, é provável que este espetáculo só possa ser presenciado durante o inverno, quando o céu está limpo.

Jantar

Depois de apreciar o esplêndido pôr-do-sol a partir da janela, a nossa "cuidadora" - uma senhora chamada Mari - trouxe-nos o jantar ao quarto. Incluía uma grande variedade de marisco local de Enoshima. Primeiro, um prato de sashimi (peixe cru), camarão grelhado, búzio cozinhado na sua concha, uma pequena tigela de ovas de salmão, tofu com sésamo, legumes em vinagre doce, um cozido sazonal, etc. Esta viagem foi uma prenda de aniversário do meu marido e ele referiu este pormenor à senhora, pelo que ela trouxe uma garrafa complementar de vinho branco. Gostámos mesmo do jantar.

Os Banhos

Cada quarto tem a sua casa de banho privada, mas um mergulho no grande banho da hospedaria é de aproveitar. Têm dois tipos de banhos interessantes. Um deles chama-se "Banho Romano". É decorado com vitrais e azulejos muito interessantes. Terá a oportunidade de se sentir como se fosse um imperador ou imperatriz da Roma antiga. O outro banho é escavado na encosta da montanha, como se fosse uma gruta. Por que não explora este espaço desconhecido? Os banhos estão disponíveis durante 24 horas por dia, quando quiser.

Ligação Wifi Gratuita

O Iwamoto-ro tem um serviço de Wifi gratuito chamado FreeSpot. Se for um utilizador de Mac, poderá configurar facilmente a sua máquina para fazer a conexão. Peça o código de acesso na receção. As instruções de configuração estão explicadas no link acima.

História

O Iwamoto-ro sempre teve este nome. Era a acomodação de muitos shoguns e daimyos da época de Edo. Nessa altura, o imperador estava em Kyoto e o Shogunato em Edo, pelo que as pessoas circulavam muito frequentemente de Edo a Kyoto ao longo do Tokai-do. Estas deslocações não se deviam apenas a razões políticas, mas também estavam relacionadas com trocas culturais e comerciais. A hospedaria Iwamoto era um dos locais muito apreciados para visita, onde as pessoas podiam desfrutar de um banho quente para retirar o cansaço depois de uma longa viagem e desfrutar de uma noite comendo e apreciando a maravilhosa vista para o Mt. Fuji.

Reservas

Para os visitantes japoneses, o sistema de reserva pela Internet é o meio mais fácil para garantir o seu lugar aqui. No entanto, infelizmente, não possuem uma versão em inglês, pelo que terá de enviar um fax em inglês (+81-466-24-0578). Os preços diferem de acordo com a estação, a quantidade e tamanho das refeições, bem como o tamanho do quarto. Poderá oscilar entre os 13000 - 27000 ienes por pessoa, por noite.

Recomendo vivamente uma visita conjunta a Kamakura e Enoshima. Que tal visitar os templos e sentir a história dos samurais em Kamakura, e depois relaxar e recuperar as energias em Enoshima?

Este artigo foi útil?

Sugerir uma alteração

0
0
Diana Nukushina

Diana Nukushina @diana.nukushina

Japanese and portuguese archaeologist born in Portugal.

Original por Tomoko Kamishima

Deixar um comentário