Quinta Shisen-do, Quioto

Desenhadores Proeminentes de Jardins 3 - Ishikawa Jozan

Por Tomoko Kamishima   

A beleza do outono na Quinta Shisen-do é espetacular, com um deslumbrante jardim cheio de folhas vermelhas de bordo. Esta foi outrora a residência de um antigo samurai, Ishikawa Jozan (1583-1672). Jozan tinha um vasto conhecimento acerca de literatura e arte chinesas e japonesas, e ele planeou esta quinta e jardim, fazendo grande uso destes conhecimentos. Outro jardim desenhado por Jozan é o Jardim Shosei-en perto da Estação de Quioto. A quinta está localizada nos arredores de Quioto, em Ichijo-ji Sagarimatsu, que também é famoso por ser o local onde o grande mestre de espada Miyamoto Musashi (1582-1645) combateu um duelo contra a Escola Yoshioka.

Rota

A entrada com um portão de bambu desta quinta é pequena, e nada do jardim ou quinta pode ser visto a partir da mesma, pois uma longa escadaria de pedra esconde dois terços da vista. Depois disso, um estreito caminho de pedra rodeado de bambus leva-nos ao espaço mais interior da quinta, mas rapidamente nos apercebemos que o nosso caminho está bloqueado por uma parede. Quando alcançamos a parede, o caminho vira para a esquerda e depois para a direita, mas ainda não conseguimos vislumbrar o destino final! É uma experiência misteriosa que continua até finalmente chegarmos ao edifício principal. Primeiro, desfrute da vista do jardim a partir desta estrutura única. Mais tarde, não se esqueça de sair e caminhar pelo jardim de três níveis.

A sala, suportada apenas por alguns pilares de madeira, está completamente aberta para o jardim, que é do tipo seco. Esta sala foi desenhada para desfrutar do jardim, da alteração das estações, da alteração da luz, e da alteração das condições atmosféricas. Estive aqui ao meio dia num dia em finais de Novembro e depois novamente na manhã de um dia em finais de Dezembro. O jardim no outono estava deslumbrante (apesar do grande número de pessoas, claro!), e o jardim no inverno estava calmo e encantador. Ambos estavam lindos à sua própria maneira.

Jardim Shisen-do

Basicamente, o jardim é composto por três níveis. O primeiro nível está à mesma altura da sala. Inclui o jardim de areia, azáleas podadas em vários tamanhos, e árvores de bordo japonesas. Enquanto sentado no tatami, pode ouvir um som agudo, vindo de uma tradicional fonte de água com bambu, chamada shishiodoshi. É um belo lugar para se sentar e meditar, ouvir os pássaros, e sentir o ar fresco.

Caminhando pelo jardim e passeando pelos seus caminhos, chegamos ao segundo nível no fundo de uma suave descida: um espaço amplo rodeado por uma floresta, uma casa de chá tradicional, uma glicínia com bancos confortáveis, e um pequeno lago com algumas carpas. Quando descemos o declive mais uma vez, chegamos ao terceiro nível: aqui, é como se fosse um lugar secreto, porque está coberto de árvores altas que obstruem a visão. Cada nível tem uma diferente atmosfera, mas o som da água a correr segue-nos sempre no fundo, não importa onde nos encontremos no jardim.

Ishikawa Jozan, um samurai que se tornou artista e homem de letras

Ishikawa Jozan passou os seus últimos 30 anos nesta quinta, desfrutando de uma vida criativa cheia de caligrafia, compondo poemas, e construindo jardins.

Ele nasceu em 1583 como samurai e tornou-se assessor de Tokugawa Ieyasu quando tinha 18 anos. Na batalha de Tokugawa contra Toyotomi em 1614, ele combateu corajosamente mas foi mais tarde castigado por Ieyasu por insubordinação. Pouco depois, ele tornou-se sacerdote e deixou a sua posição como samurai aos 33 anos.

Ele gostava muito de leitura, caligrafia, e literatura, e contentava-se em viver uma vida tranquila. O seu estilo de vida depois da sua reforma encaixava-lhe perfeitamente, e nunca se arrependeu de deixar a vida excitante de samurai. A propósito, até agora, ainda não se tem a certeza de onde veio o dinheiro para fazer a quinta. Alguns estudiosos supõem que Jozan era espião de Ieyasu em Quioto, enquanto outros conjeturam que ele pagou a quinta através da venda da sua enorme coleção de livros raros.

Sobre esta série

Quioto foi a capital do Japão durante mais de 1000 anos (794-1867). É famosa pelos seus templos e jardins, que se separam em três tipos principais (apesar de alguns jardins conjugarem estilos). 1) Jardins secos usam rochas e areia para exprimir a água. São geralmente desenhados para serem apreciados a partir de uma sala. 2) Jardins de estilo excursão normalmente incluem um caminho em redor de um lago. Podemos desfrutar de diferentes vistas durante a caminhada. 3) Jardins de estilo abstrato são bastante modernos mas continuam a seguir algumas tradições de jardins.

O primeiro jardim em Quioto teve origem no Jardim Shinsen-en. Os jardins evoluíram por um longo período de tempo para os três estilos mencionados acima. Nesta série, gostaria de lhe apresentar alguns mestres de planeamento de jardins (jardineiros/arquitetos paisagísticos), e alguns dos deslumbrantes jardins japoneses que eles desenharam em Quioto.

1) Sacerdote Muso Soseki (1275-1351): Jardim Hojo de Tenryu-ji (Jardim de estilo excursão)

2) Kobori Enshu (1579-1647): Jardim Tsuru-Kame de Konchi-in (Jardim seco)

3) Ishikawa Jozan (1583-1672): Quinta Shisen-do (Jardim seco/Jardim de estilo excursão)

4) Ueji VII (1860-1933): Quinta Murin-an (Jardim de estilo excursão)

5) Shigemori Mirei (1896-1975): Jardim Hojo de Tofuku-ji (Jardim de estilo abstrato)

Se gostou desta série, também poderá gostar da minha outra série "Desfrute destes templos com belos corredores exteriores". Esta série apresenta quatro atraentes corredores e jardins de templos em Quioto.

Este artigo foi útil?

Sugerir uma alteração

0
0
Andre Moreira

Andre Moreira @andre.moreira

Born in the Portuguese countryside in 1990, I've been living in Japan since 2012. After finishing my Computer Engineering University Course in Lisbon, Portugal, I decided to study Japanese in Tokyo, with the purpose of continuing my studies there. After one year of studying of the language, I entered a Japanese Professional College where I finished my study in 2015. I am now working in a videogame Japanese company as Motion Designer. I also write in my blog about Japan. My goal is to introduce Japan to anyone who is interested in the culture, the language, the music, the anime, the food, and so on. And that's what you can find there: everything! Plus, my experience here as a Portuguese expat. You can access through this link: The Rising Sky Blog Should you have some questions on how to come to Japan, what to do, where to study, etc., feel free to contact me!

Original por Tomoko Kamishima

Deixar um comentário